sexta-feira, 26 de março de 2010

Camelos viram biblioteca ambulante no Quênia

Vi essa matéria hoje no UOL e achei muito interessante. Imaginei uma adaptação aqui pro Nordeste, que enfrenta uma carência semelhante, com a existência de poucas bibliotecas públicas, a maioria instalada em escolas da zona urbana. As crianças dos sítios e povoados bem que adorariam a visita de um jegue-biblioteca... Idea maluca? Não, solução barata e de longo alcance, pois o burrico é barato, de manutenção igualmente pouco custosa, resistente, com boa capacidade de carga e que anda por qualquer lugar. Alô, governantes! Mirem-se no exemplo das escolas do Quênia!

Camelos ajudam escolas no Quênia
da BBC Brasil

Camelos estão sendo usados no Quênia em um programa para levar livros para escolas em áreas remotas do nordeste do país.
A educação de nível básico é gratuita, mas muitas crianças não têm acesso às escolas.
O governo queniano diz que muitos menores de comunidades nômades não recebem educação porque passam todo o tempo disponível cuidando dos rebanhos, que são a base da subsistência local.
O plano que inclui o uso de camelos como "bibliotecas ambulantes" pode estar ajudando a mudar isso.
***

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ouça a estória "O galo rouco e o rato esperto", da Cigana Contadora de Estórias!

Quer saber quando tem estória nova no blog?

Apresentações de contadores de estórias

Palavra Cantada - O rato
Clara Haddad - O coelho e o baobá

Cia Ópera na Mala - A sopa de pedras do Pedro

Cia Ópera na Mala - Pedro Malazartes e o pássaro raro

Eventos & Cursos

A atualizar